Maranhão
Prefeitura intensifica melhorias na infraestrutura de Ribamar
Maranhão

Objetivo é garantir a trafegabilidade de ruas e avenidas de todo o município

A Prefeitura de São José de Ribamar segue realizando serviços tapa-buracos e de melhorias na infraestrutura viária do município. Essas ações foram iniciadas desde o primeiro dia de janeiro deste ano. O objetivo é garantir a trafegabilidade de ruas e avenidas da cidade.

O trabalho que já atingiu, em sua primeira etapa, cerca de 30 localidades. Entre elas estão avenidas importantes como Panaquatira, Mascarenhas de Moares, Araripina, Gonçalves Dias. As obras de revitalização na Avenida João Alves Carneiro e Joaquim Mochel – que dão acesso a vias coletoras de grande fluxo, unidades de saúde, e escolas – também foram priorizadas, como forma de garantir acessibilidade para a população e motoristas.

Além destas, ruas com um comprometimento asfáltico maior, localizadas em bairros como Parque Vitória, Vila Flamengo, J. Câmara, Vila Kiola, Turiúba, Jardim Tropical, Mata e Matinha, também já receberam e ainda estão recebendo serviços emergenciais de pavimentação.

Mascarenhas de Moraes

Melhorias

A operação segue atendendo áreas importantes do município.

Atualmente, cerca de 18 localidades passam por melhoramento de trafegabilidade, entre elas trechos seriamente comprometidos, nos bairros do Centro, São Raimundo, Vila São Luís, Trizidela da Maioba, Araçagy, Parque Araçagy II, Comunidade São Paulo, Alonso Costa, Jardim Tropical, Vila Sarney Filho, Dr. Julinho, polo agrícola Itapary, estrada de São Brás dos Macacos e outras vias.

Instituto Cidade Solidária entrega alimentos a instituições beneficentes
Maranhão

Os alimentos foram arrecadados durante seminário de revitalização dos rios maranhenses, ocorrido em São Luís

Representantes dos Instituto Cidade Solidária, Instituto Viver e Movimento Ensinando e Aprendendo (MEA) realizaram, no início da semana, a entrega dos alimentos não perecíveis arrecadados no seminário “Revitalização dos Rios Maranhenses e Suas Nascentes”, evento que reuniu cerca de 800 pessoas no mês de março, no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), em São Luís. O ex-vereador Roberto Rocha Júnior (PSB) também participou da entrega, representando o senador maranhense Roberto Rocha (PSB), idealizador do projeto.

As duas instituições beneficentes contempladas com a ação foram a Fundação Antônio Brunno e a União dos Moradores do Bairro Vicente Fialho. Cada uma recebeu 200 quilos de alimentos, para ajudar na manutenção do trabalho social que elas desenvolvem.

doacao-alimentos-instituto-cidade-solidaria

Há seis anos, a Fundação Antonio Brunno presta apoio a pacientes com câncer vindos do interior do Maranhão, e sem condições de se manter em São Luís. A casa acolhe os pacientes e seus acompanhantes, lhes dando abrigo, alimentação, custeando exames, medicamentos, deslocamentos para as sessões de rádio e quimioterapia, atividades lúdicas e também auxilia com despesas funerárias dos pacientes mais humildes.

“É uma grande alegria receber todos vocês aqui, e todo esse alimento que vocês trouxeram, nós transformaremos tudo em amor. Esses alimentos irão nos ajudar na manutenção do nosso projeto, que é fazer o bem e ajudar esses pacientes carentes. Quando alguém nos visita, vem trazido pela solidariedade e pela vontade de fazer o bem”, disse Luzia de Fátima, coordenadora da Fundação.
A segunda instituição a receber a doação, foi a União dos Moradores do Bairro Vicente Fialho, que faz um trabalho social voltado para famílias necessitadas da região. Entre as atividades oferecidas, há exercícios para idosos, reforço escolar, aula de música, aula de dança, jiu jitsu, curso de computação, entre outros.

Segundo o presidente da entidade, Antonio Costa (Francês), os alimentos serão reunidos em cestas básicas e doados às mães carentes que irão participar da festa que a instituição está organizando para comemorar o Dia das Mães.

doacao-alimentos-instituto-cidade-solidaria-2

Durante sua fala, Roberto Rocha Júnior aproveitou a oportunidade para agradecer a todas as pessoas que participaram do seminário, e que colaboraram com a doação dos alimentos “Nós agradecemos a todos os parceiros, a todas as pessoas que participaram do evento, pois foram elas que fizeram com que essa doação fosse possível. Tanto a Fundação Antonio Brunno, quanto a União dos Moradores da Vicente Fialho são merecedoras, pelo trabalho social que fazem de amor e acolhimento ao próximo”, elogiou.

De acordo com o diretor executivo do Instituto Cidade Solidária, Liviomar Macatrão, seis seminários sobre a revitalização dos rios maranhenses e suas nascentes já estão previstos para acontecer. O próximo, será no dia 26 de maio, na cidade de Pedreiras, e a entrada também será um quilo de alimento não perecível que será doado para entidades carentes da região do Médio Mearim.

“O objetivo do seminário, além de debater as estratégias para salvar os rios do nosso estado, é também fazer o bem. E, hoje, estamos aqui, com muita alegria, entregando esses alimentos, pois sabemos que estamos contribuindo com duas instituições que realizam um trabalho social exemplar”, ressaltou.

Escoteiros do MA promovem ações de cidadania na Semana do Escoteiro
Maranhão

Grupo também arrecada ração para animais abandonados

Os escoteiros do Maranhão realizam durante toda a semana, uma série de atividades em comemoração ao Dia Mundial do Escoteiro, 23 de abril, que em 2017 completa 100 anos de existência no Brasil. O 1º Grupo Escoteiro “Coelho Neto” – 1º GECON, fundado em 09 de abril de 1988, possui um efetivo de 80 associados entre jovens e adultos voluntários, que se dedicam uma vez por semana, a trabalhar valores como ética e cidadania junto à jovens de faixa etária entre 6 e 21 anos.

Desde o último dia 22, os escoteiros realizam diversas atividades para comemorar a data. Um total de 26 ações estão sendo implementadas até o próximo dia 29, quando ocorrerá o ápice das comemorações, uma exposição sobre o Escotismo, das 10 às 22 horas, no Shopping Passeio (Cohatrac). Além disso, O 1º GECON está arrecadando ração para cães e gatos, que serão posteriormente doadas ao Instituto AMADA, que cuida e busca novos lares para animais abandonados. O contato para doações pode ser feito pelos telefones (98) 98822-7142 ou 98866-5985 (WhatsApp).

Acampamento Amanhecer (1)

Semana do escoteiro

Os membros do 1º GECON (Lobinhos, Escoteiros, Sêniores, Pioneiros e Adultos Voluntários) acamparam no último dia 21, no Campo Escola Escoteiro Ivo Anselmo Horn, localizado no município de Paço do Lumiar/MA. O Grupo Escoteiro distribuiu abraços às pessoas que transitavam pelas ruas de Paço do Lumiar, e com frases de cuidado, atenção e carinho escrito em cartazes, buscou sensibilizar a comunidade luminense, para uma vida melhor. Ainda no dia 21, realizou o “Amanhecer do Escotismo”, e momentos em que foram contadas histórias sobre a história do escotismo, com antigos membros do grupo. Dia 22, realizou grande confraternização com as famílias dos membros do grupo.

1º GECON

O 1º Grupo Escoteiro Coelho Neto, fundado por iniciativa de três funcionários do Consórcio de Alumínio do Maranhão (ALUMAR), que tinham como objetivo oferecer aos filhos de funcionários da empresa, uma alternativa de atividades voltadas para a formação da cidadania e de envolvimento com a comunidade, completa 29 anos de existência em São Luís.

As atividades escoteiras acontecem ao ar livre e são utilizadas diversas ferramentas educativas como meio de trabalhar a formação dos jovens, sendo eles os principais atores de seu desenvolvimento pessoas, cabendo ao adulto voluntário ser o facilitador da conquista de objetivos educacionais propostos aos jovens, em 06 áreas de desenvolvimento: o intelectual, o social, o físico, o espiritual, o afetivo e o caráter.

Atualmente a presidência do 1º GECON é exercida por Ildejan de Sousa Ferreira, e o grupo funciona na Avenida São Luís Rei de França, Nº 1103, Turu – onde funciona o Grande Oriente do Brasil no Maranhão (GOB).

Prefeitura de Santa Rita conclui obras do Anel Viário
Maranhão

Construção interliga sete bairros e contemplou quatro quilômetros de ruas. Obra traz mais qualidade de vida para a população

Visando a melhor integração e acesso aos bairros do município, a Prefeitura Municipal de Santa Rita executou ao longo dos últimos quatro meses, a construção do Anel Viário da cidade. A obra interliga sete bairros e contemplou quatro quilômetros de ruas. O serviço realizado envolve serviços de pavimentação e calçamento, tudo feito com recursos próprios.

O Anel Viário de Santa Rita promove a ligação dos bairros Nice Lobão, Cohab, Redenção, Piçarreira, Eucalipto, Bahia e o Centro da cidade. Além da facilidade no acesso as localidades, a obra traz mais qualidade de vida para a população, uma vez que diminui a poeira e acaba com a lama que se acumulava durante o período chuvoso.

O prefeito Hilton Gonçalo comemorou a conclusão da obra. “Estou muito feliz com o trabalho aqui desenvolvido, estamos proporcionando qualidade de vida para a nossa população. Santa Rita já vive um novo momento”, declarou.

O Anel Viário de Santa Rita assim como outras obras vão ser entregues oficialmente pela Prefeitura no próximo dia 1º de maio, quando será feita uma grande ação pela cidade em razão dos primeiros 120 dias do município.

Novo Cais de São José de Ribamar atrai centenas de visitantes para a cidade
Maranhão

Atrativo turístico vem conquistando a atenção de turistas de diversas regiões do país. Local conta, ainda, com posto policial e uma estação de tratamento de esgoto e de drenagem pluvial

O novo Cais de São José de Ribamar, inaugurado no mês de março, voltou a ser um dos principais pontos turísticos da cidade considerada a terceira maior do Maranhão. O atrativo turístico também vem atraindo a atenção de centenas de visitantes de diversas regiões do país que chegam para conhecer o local.

O espaço foi totalmente revitalizado, estando agora a prefeitura trabalhando na manutenção, limpeza, segurança, jardinagem e a exploração dos quiosques de venda de lanche que será feita por meio de licitação, já está em andamento.

cais-sao-jose-de-ribamar-2

Além de gerar 90 empregos diretos e indiretos, a obra de requalificação do Cais de Ribamar foi projetada para garantir segurança e lazer para as famílias ribamarenses além dos visitantes que chegam para desfrutar do local.

A nutricionista, Silvia Mendonça que veio de Belém para visitar parentes na capital disse que além do turismo religioso motivado pelo santo que dá nome a cidade, o Cais chama a atenção de quem visita. “Ficou muito bonita a obra e bem completa”, elogiou.

São quase cinco mil metros quadrados de área construída que incluem, além da construção de ponte e píer adequado às embarcações que utilizam o local, atendendo assim a demanda pesqueira, o espaço também recebeu a instalação de um novo sistema de iluminação, com lâmpadas led e projetores, e pavimentação de toda a extensão.

cais-sao-jose-de-ribamar-3

O novo Cais também recebeu área de passeio público com praça, arborização, ciclovias, dois pequenos mirantes, dois quiosques, banheiros com acessibilidade, pavimento tátil que auxilia a locomoção de pessoas com deficiência visual, rota acessível com sinalização entre a entrada do parque e o cais, demarcação de espaços para pessoas com deficiência e idosos além de rampas de acesso para cadeirantes, e academia ao ar livre que recebe centenas de pessoas para práticas esportivas e aula de zumba gratuita.

O local conta, ainda, com posto policial e uma estação de tratamento de esgoto e de drenagem pluvial. O objetivo é atender as pequenas embarcações da região e ao mesmo tempo fomentar o turismo local.

Justiça revoga decisão e garante seletivo para professores em Pinheiro
Maranhão

Desembargador destacou que interesse do Executivo é garantir acesso aos alunos do município. Para magistrado, decisão que suspendeu procedimento estaria “calcada de premissas falsas”

A Justiça do Maranhão revogou decisão de 1ª Instância que havia suspendido o processo seletivo da Prefeitura de Pinheiro para a contratação de professores temporários para vagas na rede municipal pública de ensino. A decisão pela revogação é do desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos, e foi proferida nesta terça-feira 4, no Plantão Judicial de 2ª Instância.

Ao analisar o caso, o magistrado apontou que a decisão da juíza Tereza Cristina Franco Palhares Nina, titular da Comarca do município, em suspender o certame por supostas irregularidades, estaria “calcada de premissas falsas”. Ele destaca que a juíza sequer apontou nos autos quais seriam essas irregularidades.

“Em primeiro momento de análise, observo que a decisão guerreada está calcada de premissas falsas. Digo isso porque a agravada sustenta a tese de inexistência de procedimento seletivo e o juízo encampa o entendimento ao fundamento de que o mesmo está ‘eivado de irregularidades’, sem citá-las no corpo da decisão”, destaca.

O desembargador lembra, que a contratação temporária, por meio procedimento simplificado, encontra amparo na Constituição Federal e numa lei municipal que garante ao Executivo permissão para esse tipo de contratação. Para José Joaquim dos Anjos, o interesse do Executivo municipal, comandado pelo prefeito Luciano Genésio (PP), é tão somente o de garantir acesso à educação aos alunos do município. Ele também aponta que a titular da Comarca de Pinheiro teria se equivocado ao suspender o seletivo.

“Por mais comprometida que a Ação Popular (...) esteja com os princípios reitores da administração, não se pode perder de vista que o interesse público de garantir o acesso à educação aos alunos de Pinheiro/MA deve prevalecer por imperativo constitucional”, diz trecho do documento.

“Ante o exposto e por tudo mais que nos autos consta DEFIRO o efeito suspensivo no presente Agravo de Instrumento (...), para sustar a decisão agravada em sua integralidade (...), garantindo-se a continuidade do procedimento seletivo para a contratação de professores até o julgamento definitivo do presente recurso”, despacha o desembargador — baixe a decisão.

Atleta da Seleção de Beach Handball visita Coordenação de Juventude
Maranhão

Eloine Rocha de Sousa manteve diálogo proveitoso com o titular da pasta, Análio Júnior. Visita aconteceu na última sexta-feira 31

A Coordenação Municipal de Juventude de Caxias recebeu, na manhã da última sexta-feira 31, a visita ilustre da atleta caxiense Eloine Rocha de Sousa, de 17 anos, que integra a Seleção Feminina Beach Handball (ou Handebol de Areia).

eloine-rocha-de-sousa-analio-junior-caxias-2

Em um diálogo proveitoso com Eloine e seu tio e ex-treinador, a nova coordenação, sob o comando do radialista e blogueiro Análio Júnior, teve conhecimento da trajetória da jovem que já traz consigo uma evolução significante em pouco mais de um ano.

Eloine Rocha aderiu ao Handebol logo aos 13 anos, com o acompanhamento do professor Chiquinho na Escola José Castro, em Caxias. Em janeiro de 2016, ela se profissionalizou por meio do intercâmbio entre Caxias e Teresina, pelo Professor Paulão, ingressando-a para o clube piauiense G.H.C/CAIC.

A Atleta caxiense se destacou e ganhou reconhecimento ainda no mesmo ano, sendo que, em novembro, foi selecionada para o campeonato Brasileiro de Beach Handball feminino, pelo time IFPI, logo depois chegando a ser convocada pela primeira vez a integrar o grupo da Seleção Brasileira, que foi vice-campeã no Pan americano realizado no Paraguai.

Prefeitura intensifica operação tapa buracos em São José de Ribamar
Maranhão

Atualmente estão passando por serviços de intervenção asfáltica os bairros do Alto do Turu, Parque Jair, Jardim Turu, além de ruas localizadas na Sede, Estrada da Mata e Antônio Esteves

Apesar do período de chuvas de grande intensidade, registrado nos últimos dias, a Prefeitura de São José de Ribamar tem intensificado a operação tapa buracos, iniciada desde o mês de janeiro em várias ruas e bairros da cidade.

Máquinas trabalhando na região do Parque Jair

Para minimizar o problema de total abandono encontrado na cidade pela atual gestão, a prefeitura vem realizando serviços emergenciais de recapeamento de ruas e avenidas para conter os buracos que se transformaram em verdadeiras crateras pela falta de manutenção dos últimos anos. De acordo com o secretário da Hilário Ferreira Filho, em alguns pontos, a situação é tão precária que nem mesmo motos conseguem passar dada a profundidade e comprometimento da via asfáltica.

“Severamente comprometida a estrutura asfáltica de toda a cidade. O que estamos fazendo é um serviço emergencial para garantir a trafegabilidade e tão logo venha a cessar o período de chuvas vamos entrar com obras definitivas além de drenagem em vários pontos de acumulo de água”, explicou o secretário, informando ainda que mais de 20 trechos entre ruas e avenidas já foram recuperados aliviando a tensão dos motoristas que precisam trafegar pelas vias.

Atualmente estão passando por serviços de intervenção asfáltica os bairros do Alto do Turu, Parque Jair, Jardim Turu, além de ruas localizadas na Sede, Estrada da Mata e Antônio Esteves.
De janeiro a março deste ano, quase 30 mil metros de ruas e avenidas da cidade foram recuperados, além da eliminação de pontos de lixo, desobstrução de canal e recolhimento de mais de cinco mil toneladas de lixo.

Suspensa lei da gratuidade de 30 minutos em estacionamentos de São Luís
Maranhão

Maioria dos desembargadores do TJ-MA suspendeu os efeitos da lei municipal que estabelecia a gratuidade. Ação foi proposta pela Associação Brasileira de Shopping Centers

Os desembargadores do Tribunal de Justiça (TJ) do Maranhão decidiram, por maioria dos votos, conceder medida cautelar para suspender os efeitos da lei municipal que estabelecia a gratuidade nos primeiros 30 minutos de uso dos estacionamentos privados de shopping centers de São Luís. O desembargador Bernardo Rodrigues foi o relator do processo.

A decisão – proferida em Sessão Plenária Jurisdicional – suspendeu a aplicação da Lei nº 6.113/2016 até o julgamento final de Ação de Direta de Inconstitucionalidade (Adin), proposta pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), sem efeito retroativo.

O desembargador Bernardo Rodrigues entendeu que a medida cautelar mereceu ser acolhida por apresentar fundamentação jurídica suficiente para constatar a possibilidade de que o direito pleiteado existe no caso concreto (fumus boni iuris) e a urgência em suspender a norma para evitar dano grave e de difícil reparação (periculum in mora). “A fumaça do bom direito se encontra caracterizada pelo fato de que a atividade de exploração da atividade de estacionamento em imóvel privado constitui matéria atinente ao direito de propriedade, portanto, no âmbito do Direito Civil, de competência privativa da União”, explicou o relator, com base no art. 22, inciso I da Constituição Federal, conforme jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF).

A Abrasce sustentou que várias outras leis, que trataram do mesmo assunto da lei municipal, já foram declaradas inconstitucionais, entendendo que a intervenção no desenvolvimento na atividade de estacionamento, por dizer respeito à exploração econômica de propriedade privada, enquadra-se no ramo do Direito Civil, sendo, portanto, de competência privada da União, além de importar em transgressão ao direito de propriedade e aos princípios da livre iniciativa e livre concorrência. A associação também alegou que, ainda que a matéria em discussão não estivesse na esfera de competência exclusiva da União, a norma municipal não cuida de tema de interesse local, não podendo o Município de São Luís legislar, ainda que de forma concorrente, sobre a metodologia de cobrança pelo uso de estacionamentos privados.

Em sua defesa, o Município de São Luís alegou a ilegitimidade da Abrasce e afirmou que, embora o estacionamento explore área privada, é serviço de caráter coletivo que se utiliza de circulação de vias em seu perímetro externo, estando sujeita à fiscalização por agentes de trânsito, que podem aplicar multas no interior desses estabelecimentos, conforme a Lei n.º 13.146/2015.

Sobre a alegação de ilegitimidade da associação, o desembargador Bernardo Rodrigues ressaltou que a legitimidade está caracterizada na Constituição Estadual, quando estabelece, como partes legítimas para propor ação direta de inconstitucionalidade, as federações sindicais, as entidades de classe de âmbito estadual ou municipal e os conselhos regionais de representação profissional legalmente instituídos; e no Estatuto Social da Abrasce, quando dispõe sobre a possibilidade de ajuizamento de Adin.

O desembargador considerou, ainda, o fato de a associação já ter defendido, junto ao STF, o interesse dos seus associados, referente à cobrança por serviço de estacionamento em locais privados.
“Na espécie, a Lei n.º 6.113/2016 invade, sem qualquer dúvida, matéria de Direito Civil, porquanto estabelece regras sobre elementos essenciais do direito de propriedade, o que não confunde, em hipótese alguma, com o direito consumerista regido pela Lei n.º 8078/90,” concluiu o relator.

Teto de escola cai e fere professora e alunos em São Luís
Maranhão

Acidente ocorreu por volta das 13h30min, quando a aula estava começando

Uma professora e dois alunos ficaram feridos, nesta segunda-feira 27, após o desabamento de parte do telhado da Unidade de Ensino Básico Darcy Ribeiro, localizada no Sacavém, em São Luís, pertencente à rede municipal pública de ensino.

O acidente ocorreu por volta de 13h30min, na sala do 6.º Ano, quando a aula estava começando.

teto-escola-desabado-darcy-ribeiro-sao-luis-maranhao-2

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, a docente e os estudantes tiveram ferimentos leves e foram encaminhados para Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão I, no Centro.

Entre as causas apontadas para o acidente estão a intensidade das chuvas ocorridas nos últimos dias em São Luís e a presença de cupim na estrutura do prédio.

Maranhão

Notícia falsa circula em vários grupos de WhatsApp

boletim-de-ocorrencia-de-sao-jose-de-ribamar

A Prefeitura de São José de Ribamar emitiu nota em que desmente a oferta de vagas de emprego no Executivo municipal. Na nota, a prefeitura classifica a notícia falsa de “pegadinha de mal gosto”. Um Boletim de Ocorrência foi registrado evidenciando o factoide.

Leia abaixo:

A Prefeitura de São José de Ribamar por meio da Secretaria de Administração e Finanças vem a público informar que é enganosa a mensagem que circula nas redes sociais de que a Prefeitura estaria oferecendo vagas de emprego.

A referida mensagem que circulou em vários grupos de WhatsApp falando de uma suposta “abertura de 500 vagas, em caráter de urgência, pela Prefeitura de São José de Ribamar”, não passa de pegadinha de mal gosto.

A prefeitura também informa que já foram tomadas todas as providências legais e jurídicas bem como o registro do Boletim de Ocorrência evidenciando o factoide. As medidas incluem ainda a apuração e responsabilização dos criminosos na forma da lei prevista no artigo 138 do Código Penal.

Maranhão

Projeto de Planos de Nascentes dos Rios Mearim e Itapecuru será lançado durante o evento

O Instituto Cidade Solidária e o Ministério de Meio Ambiente, em parceria com a Agência Nacional de Águas (Ana), abriram as inscrições para o seminário que vai discutir e fomentar iniciativas para a recuperação das bacias hidrográficas no Maranhão. O evento, cujo tema é “Revitalização dos Rios Maranhenses e Suas Nascentes”, ocorrerá a partir das 9 horas do dia 24 de março próximo, no auditório da Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema).

O seminário tem como objetivo despertar o desenvolvimento de políticas públicas, e promover a troca de experiências entre gestores públicos e profissionais de diversas áreas, com o objetivo de discutir a revitalização dos rios maranhenses.

LOGO SEMINÁRIO RIOS MA

Durante as mesas redondas, especialistas abordarão temas importantes como preservação, conservação e educação ambiental; segurança hídrica das bacias hidrográficas para a sustentabilidade; ações de preservação dos mananciais de água doce, entre outros temas sobre o meio ambiente. Além das palestras, haverá ainda o lançamento do projeto de Planos de Nascentes dos Rios Mearim e Itapecuru.

Estarão presentes no evento o ministro do Meio Ambiente, deputado Sarney Filho (PV); a presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Kênia Marcelino; o secretário Nacional de Aquicultura e Pesca, Davyson Franklin de Souza; o senador Roberto Rocha (PSB-MA); e deputados federais, estaduais, prefeitos de vários municípios maranhenses, além de outras autoridades locais e regionais.

Para mais informações sobre o seminário, basta entrar em contato pelo celular: 98/ 98877-4813, ou pelo e-mail [email protected].

Timon: alunos não assistirão aula até que Seduc garanta segurança em escola
Maranhão

Centro de Ensino Aluísio Azevedo foi alvo de ação criminosa. Decisão foi tomada por grêmio estudantil

Alunos do Centro de Ensino Aluísio Azevedo (CEAA), localizado na cidade de Timon, decidiram protestar contra a falta de segurança na unidade escolar. A unidade pertencente à rede pública estadual de ensino.

Em decisão tomada pelo grêmio estudantil do CEAA, os alunos avisaram que não assistirão mais as aulas até que a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), comandada pelo advogado Felipe Camarão, garanta o envio de vigilantes para a unidade e providencie os itens roubados. Uma faixa foi colocada pelos alunos na entrada da escola, onde é pedido ao “ladrão” que “não roube” a CEAA. “Queremos estudar”, afirmam.

ceaa-timon

 

Segundo os estudantes, o CEAA foi alvo de ação criminosa durante o período do Carnaval. Do local, bandidos levaram ventiladores e lâmpadas, impossibilitando a permanência dos alunos e dos professores em sala de aula. “A decisão tomada pelo grêmio levou em consideração não haver condições tanto para o docente quanto para o discente de aproveitamento pedagógico mínimo possível”, justificam.

ceaa-timon-3

Até que a Seduc resolva o problema, os alunos prometem usar os horários das aulas em oficinas culturais de dança, música, entre outras, no pátio da escola. “Acreditamos que a sensibilidade dos gestores em atender as reivindicações, afim de que os alunos não sejam prejudicados mais ainda”, finalizam.

Procurado pelo ATUAL7 por meio da Assessoria de Imprensa da Seduc, o secretário Felipe Camarão não se pronunciou até a publicação desta matéria.

Caema deixa moradores dos condomínios Gran Village Turu sem água
Maranhão

Bomba de poço de responsabilidade da companhia apresentou defeito há mais de 24 horas. Caema culpa Cemar pela demora em resolver o problema

Moradores dos condomínios Gran Village Turu II, III e IV, localizado na Chácara Brasil, em São Luís, estão sem abastecimento de água há mais de 24 horas.

O poço que abastece as unidades, de responsabilidade da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), apresentou defeito na bomba, ocasionando a falta d'água.

Segundo a empresa Assecon Administradora e Contabilidade Ltda, que cuida dos condomínios, a Caema foi alertada sobre a situação e chegou a ir ao local, onde o problema foi detectado. Contudo, segundo a administradora, a companhia não deu previsão de quando o conserto será feito.

Procurada pelo ATUAL7, a Caema alegou que “a falha de abastecimento no poço tem relação com a instalação elétrica que acarretou em problemas na bomba”, e que “a resolução de tais problemas elétricos foi solicitada à prestadora de serviços da Cemar”, para que, somente então, a própria Caema “pudesse proceder com os procedimentos técnicos”.

A estatal afirmou que, “após esse processo”, as atividades para o conserto na bomba “foram retomadas”, e que “desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (7) uma equipe está no local executando manutenção”.

A reportagem procurou a Cemar, e aguarda retorno.

Em Santa Rita, estudantes com melhores notas ganham bicicletas
Maranhão

Iniciativa pioneira do prefeito Hilton Gonçalo visa valorizar os estudantes do município

Mais de 7 mil estudantes distribuídos em 57 escolas iniciaram as aulas nesta segunda-feira 6, em Santa Rita. O início do ano letivo foi marcado pela distribuição de bicicletas aos alunos que obtiveram as melhores notas e que moram até 2 quilômetros da unidade escolar.

A iniciativa pioneira do prefeito Hilton Gonçalo visa valorizar os estudantes do município. De acordo com o gestor, as bicicletas se tornam um incentivo para que os alunos tenham um bom desempenho nas escolas.

“Temos uma meta de atingir a nota 6 no Ideb. A educação é o desenvolvimento do nosso povo. Atitudes como estas que visam valorizar nossos estudantes colaboram com a melhoria dos índices da nossa educação”, destacou Hilton.

estudando-premiado-bicicleta-santa-rita-2

Nesta primeira fase, 100 bicicletas estão sendo distribuídas. As mesmas foram entregues pelos diretores dos colégios municipais que fizeram a avaliação dos melhores estudantes baseados também no quesito estabelecido de proximidade da residência para a escola.

Visando gerar emprego e renda em Santa Rita, o prefeito Hilton Gonçalo adquiriu 70% das bicicletas de pequenos fabricantes do município.

Transporte escolar

Assim como as 57 escolas foram abertas ontem, o transporte escolar voltou a funcionar regularmente na atual gestão. Hilton Gonçalo botou a frota de 9 ônibus para atender todos os estudantes que necessitam fazer o deslocamento.

Até o fim do primeiro semestre, o número de ônibus operando vai subir para 12, o que vai garantir mais conforto e estudantes atendidos.

Caminhonete com passageiros tomba ao cair em buraco na MA-119
Maranhão

Entre os passageiros havia uma mulher com uma criança de colo. Apesar do susto ninguém ficou ferido

Uma caminhonete que faz linha transportando passageiros de Altamira do Maranhão para Santa Luzia do Tide tombou, na manhã dessa segunda-feira 6, após cair em um buraco na MA-119, entre os povoados Duas Barracas e Santa Cruz.

Entre os passageiros havia uma mulher com uma criança de colo, além de outras crianças um pouco maiores. Apesar do susto ninguém ficou ferido.

Segundo informações divulgadas nas redes sociais por moradores da região, o veículo tombou logo após o pneu dianteiro esquerdo cair no buraco existente há cerca de dois anos num trecho onde há uma espécie de igarapé.

Em abril de 2015, em outro trecho da MA-119, uma ponte improvisada pelo governo Flávio Dino desabou 24 horas depois de inaugurada pela Secretaria de Estado da Infraestrutura(Sinfra), e por pouco não resultou em tragédia.

Antaq prepara arrendamento de área do Porto do Itaqui por R$ 1,617 bilhão
Maranhão

Processo foi iniciado desde janeiro deste ano. Trecho que será arrendado tem aproximadamente 53.454m²

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) realizará processo licitatório, na modalidade Leilão Presencial, para arrendamento de área e infraestrutura públicas localizadas dentro do Porto do Itaqui, no Maranhão. O trecho compreende o terminal portuário de papel e celulose, denominado IQI18, com aproximadamente 53.454m². A documentação — condições do edital, minuto do contrato de arrendamento, sessões de estudo e planta — estão publicadas no site da Antaq.

De acordo com aviso de convocação feito pelo diretor-geral substituto da agência, Mário Povia, a Consulta e Audiência Públicas tiveram início desde o dia 16 de janeiro deste ano e terminam no próximo dia 24. Durante este período, a Antaq pretende receber contribuições, subsídios e sugestões para o aprimoramento das minutas jurídicas e técnicas (edital de licitação, contrato de arrendamento, documentos técnicos e seus respectivos anexos), necessários à realização de certame licitatório referente ao arrendamento do terminal portuário.

Todo o processo está sendo feito, exclusivamente, por meio e na forma de formulário eletrônico e um e-mail específico, disponíveis no site da própria agência. Apenas aqueles que não dispõem dos recursos necessários para o envio da contribuição de forma eletrônica poderão utilizar o computador da Secretaria-Geral da Agência, no caso de Brasília, ou das Unidades Regionais da Antaq.

A Garantia da Proposta deverá ser aportada no valor de R$ 16.173.232,00 (dezesseis milhões, cento e setenta e três mil, duzentos e trinta e dois reais). O valor global estimado do Contrato de Arrendamento é de R$ 1.617.323.200,00 (um bilhão, seiscentos e dezessete milhões, trezentos e vinte e três mil, e duzentos reais), correspondente ao montante estimado de receitas a serem obtidas pela Arrendatária para explorar as atividades durante o prazo de vigência do contrato.

A Arrendatária deverá, ainda, pagar à Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) R$ 52.347,12 (cinquenta e dois mil e trezentos e quarenta e sete reais e doze centavos) por mês, à título de Valor do Arrendamento Fixo, pelo direito de explorar as atividades no Arrendamento, incluindo a remuneração do Poder Concedente pela cessão onerosa da área do Arrendamento.

Uma audiência pública está agendada para ocorrer na próxima quarta-feira 15, no Auditório Central da Reitoria da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), localizada na capital maranhense.